Notícias

Redobre os cuidados ao receber comida ou encomendas


Com o avanço da quarentena e os comércios de portas fechadas, os serviços de entrega aumentaram bastante. Diante deste cenário, o delivery tem se mostrado como uma grande solução para ajudar o comerciante a manter seu negócio, e ao mesmo tempo, evitar a exposição daqueles que não podem sair de casa. 

De acordo com o Ministério da Saúde, o vírus pode durar até três horas suspenso no ar em ambientes fechados, até 24 horas em papel ou papelão e de 2 a 3 dias em aço inox ou plástico. Por essa razão, alguns cuidados são essenciais ao receber produtos em casa. 

“É melhor evitar o contato físico direto com o entregador e sempre higienizar as mãos antes e após o contato com mercadorias ou produtos comercializados”, explica o coordenador médico do Hospital da AACD e médico infectologista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Igor Marinho.ao Jornal Folha de Minas.

“O tratamento é o mesmo para todos os tipos de produto. Pode-se considerar a higiene da parte externa, ou embalagem, com um pano úmido com álcool”, indica. Quanto ao pagamento, formas mais modernas, sem dinheiro, por meio virtual, são mais interessantes, já que evitam o contato, continua o infectologista. E, ao voltar para a casa após a entrega, ensina, uma dica é deixar os calçados na entrada.

“É hora de ter calma, mas com cuidados redobrados. O distanciamento social e a higiene são as melhores maneiras de prevenção que existem no momento. Vamos vencer esta pandemia com essas medidas aparentemente simples, porém muito importantes”, diz.

Fonte: Jornal Estado de Minas

Lei estadual estabelece novas regras para serviços de delivery em condomínios
Prática esportiva em casa favorece bem-estar mental durante pandemia