ProHome

Cadastre seu Atendimento Cadastre seu Atendimento Facebook Twitter Google + (21) 99328-9509(21) 99328-9509


Contato (21) 2516-4199 Contato Contato Cadastre seu Atendimento Ambiental

Notícias

Como a limpeza do condomínio deve ser feita?

Para quem está comprando ou alugando um apartamento ou casa em um condomínio, o estado de conservação e manutenção das áreas comuns é um dos pontos que podem ser decisivos na hora de fechar negócio. Um condomínio com jardins mal-cuidados e playground sujo, por exemplo, não é atrativo para ninguém.

Nestes casos, manter um padrão de conservação é extremamente benéfico, e ainda agrada aos moradores atuais, que têm seus imóveis valorizados. Porém, manter estes ambientes limpos e conservados pode ser um desafio. Para ajudar, separamos algumas dicas. Confira!

  • A limpeza do condomínio não se resume a limpar chão e paredes. Para que seja executada de maneira satisfatória, é necessário que exista um planejamento em relação a gastos de dinheiro e de tempo. Saber quais materiais serão necessários para cada local é essencial, assim como ter uma equipe treinada para exercer a função com qualidade e segurança.
  • É importante fazer uma observação sobre os produtos utilizados: sua qualidade e quantidade devem ser um ponto de cuidado. É indicado que sejam comprados produtos concentrados e em grandes quantidades, pois, assim, é possível economizar em refis e embalagens, além de evitar o descarte frequente de materiais como plástico e papel.
  • Na dúvida entre treinar a equipe do condomínio ou contratar uma empresa terceirizada para realizar o serviço? Os dois tem prós e contras. Ao contratar uma empresa de serviços de limpeza especializados, o condomínio terá a vantagem da rapidez sem a preocupação com treinamento, materiais de segurança ou com a gestão da equipe. Por outro lado, ao utilizar a equipe do condomínio, além dos gastos serem geralmente menores, existe a questão de gerar mais empatia entre condôminos e funcionários, que já se conhecem.

Após definir os pontos acima, é indicado que se estabeleça uma rotina de limpeza, de acordo com a necessidade e o uso de cada ambiente. Elevadores, banheiros, hall de entrada, academias e calçadas devem ser limpos semanalmente, pois são os que têm maior fluxo de pessoas. A cada 15 dias, a limpeza pode ser feita em portas, janelas, espelhos e pisos de madeira, salas de máquinas e na portaria. Os ambientes que requerem uma limpeza mais pesada, mas menos frequente, podem ser cuidados mensalmente, como garagens, escadas de emergência, calçadas externas, etc.

Veja o que muda com a nova lei da ‘desburocratização’
5 dicas para organizar a sua mudança para um imóvel novo