4 dicas para o combate e prevenção a incêndios em condomínios

Garantir a segurança do condomínio é uma das principais funções de uma boa administração. Além dos equipamentos como alarmes, controles de acesso e monitoramento, é importante que não se esqueça que é necessário estar prevenido em relação a incêndios.

Poucas pessoas lembram deste ponto ao tratarem da segurança de um condomínio. Por isso, separamos 4 dicas sobre a segurança contra incêndios. Confira!

  1. Os condomínios com altura maior do que 12 metros e mais de 150m² devem ser equipados com extintores, hidrantes, alarmes de incêndio, iluminação de emergência e escadas com portas corta-fogo. É importante lembrar que, em um raio de 25 metros, devem existir, no mínimo, 2 extintores de incêndio.
  2. Entre as causas mais comuns dos incêndios em edifícios residenciais, estão a sobrecarga de energia, crianças brincando com materiais inflamáveis, equipamentos eletrônicos esquecidos em tomadas e panelas deixadas no fogo. Já nos prédios comerciais, bitucas de cigarro e papéis costumam ser uma combinação perigosa. Ao tomar cuidado com essas distrações, muitos acidentes serão evitados.
  3. As portas corta-fogo são imprescindíveis para que o edifício tire o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), e salvam vidas quando usadas corretamente. Mas é essencial que não se esqueça de que elas precisam de manutenção, principalmente em relação às dobradiças e trancas. Além disso, também devemos lembrar que, por ser uma rota de fuga, as escadas não devem ser utilizadas para guardar objetos, bicicletas, lixos, entre outros.
  4. Em caso de incêndio, a evacuação do edifício deve ser a primeira preocupação. Nesse caso, os elevadores não devem ser utilizados em hipótese alguma. Ao detectar fumaça, é indicado que se molhe um pedaço de pano ou roupa e o mantenha sobre o rosto, para facilitar a respiração.

Ao manter tudo em ordem, os perigos de que ocorra um acidente do tipo são menores. Por isso, cobre do síndico que as manutenções preventivas estejam sempre em dia.

Senado aprova texto-base de projeto que aumenta multa para quem desiste de imóvel na planta
3 motivos para investir na impermeabilização do prédio