Como organizar o apartamento para a chegada de um pet?

chegada de um bichinho de estimação é sempre um momento marcante e feliz na vida de qualquer família. Porém, quem mora em apartamento sabe que o espaço precisa de ajustes para receber os novos amigos da casa, sendo que alguns deles envolvem planejamento e até adaptações no local para a segurança do pet.

Para organizar o apartamento para receber os novos moradores, é preciso planejamento que exige detalhes sobre como o animal fará suas necessidades, onde ele dormirá e como mantê-lo seguro estando em um apartamento. Por isso, confera algumas dicas importantes parapreparar o apartamento para receber os bichinhos de maneira adequada.

PROVIDENCIE UMA REDE DE PROTEÇÃO

Instalar a rede de proteção no apartamento é a primeira atitude que deve ser adotada assim que a decisão de ter um bicho de estimação for tomada. No caso dos gatos, é preciso instalar a rede em todas as janelas e em toda a varanda, já que os bichanos gostam dos lugares mais altos. No caso dos cães, vale a pena colocar telas nas janelas e na parte da grade baixa da varanda.

Providencie também um novo local para armazenar produtos de limpeza, se você costuma deixá-los expostos em prateleiras. Coloque-os em um armário fechado para que não haja acidentes.

PREPARE UM LOCAL CONFORTÁVEL PARA DORMIR

Também é importante pensar com a família onde é o melhor lugar para o animal descansar. Assim como os humanos, os bichinhos gostam de lugares confortáveis e quentinhos; então, deixá-los dormir na varanda aberta durante os dias mais frios pode ser prejudicial. Escolha um local escuro, com boa ventilação, e comece a montar o cantinho.

No mercado, existem opções de camas e cobertores de todos os tamanhos, mas é possível improvisar o “dormitório” do pet com cobertores próprios, edredons que você não usa mais e almofadas.

O cão ou gato pode não gostar de ser coberto com a manta, mas certamente vão preferir deitar sobre ela do que no chão gelado. Se o seu bichinho de estimação for um gato, fique ciente de que ele pode ignorar a cama que você preparou e se instalar na sua própria cama ou no sofá.

SEPARE UM CANTINHO DA CASA PARA O BANHEIRO

Esse é um ponto que deve ser estudado por quem tem apartamento. A varanda ou a lavanderia do espaço são os locais mais escolhidos para que os pets possam fazer suas necessidades.

No caso dos gatos, ensiná-los a fazer a necessidade no lugar correto não é tarefa difícil, já que o instinto dos felinos naturalmente os levará para a caixinha de areia. Já para os cães, é preciso um pouco de paciência; por isso, reserve um local onde seja fácil forrar com jornal para o aprendizado.

Existem diversos “banheiros” para cães e gatos no mercado mas, basicamente, os felinos precisam de uma caixinha de areia e os cães de um jornal ou tapete higiênico. Não se esqueça também de planejar com a família quem será o responsável por manter o local limpo todos os dias.

PENSE NAS ROUPINHAS

Os gatos não costumam ser fãs de roupas ou coleiras, por isso é mais indicado esperar o bichano chegar para ver se aceitará ser vestido. Já os cães, normalmente não se incomodam e até gostam de ficar agasalhados no frio. No mercado, há uma infinidade de opções de roupas, acessórios e até sapatos para os cães.

Fica a seu critério decidir o que comprar, mas fique sempre atento. Se notar que o animal está se sentindo desconfortável, retire peça. Também é indicado vestir os bichinhos depois de serem tosados, principalmente os de porte pequeno, já que os pelos são uma importante proteção contra o frio e, sem ela, seu amiguinho pode pegar uma pneumonia grave.

PREPARE OS LOCAIS DA REFEIÇÃO

Faça uma lista de compras e vá até uma loja especializada antes do bichinho chegar. Providencie potes de comida e água de acordo com o porte do animal e a quantidade de alimento que ele ingere diariamente.

É preciso lavar os recipientes todos os dias para evitar o acúmulo de bactérias, assim como trocar a água — já que todos gostam de água sempre fresca.

ADQUIRA UMA ESCOVA

Esse acessório é muito importante tanto para quem terá gatos ou para quem receberá um cachorro no apartamento. A maioria dos animais solta muito pelo e o hábito de escová-los regularmente diminui a queda dos pelos na casa, evitando que você tenha de limpá-la todos os dias.

A frequência de escovação dependerá da raça do animal, por isso pergunte ao veterinário ou observe a partir de quantos dias, sem pentear, seu bichinho começa a soltar mais pelo.

Algumas raças de gatos e cães de pelos longos precisam ser escovadas todos os dias ou, no máximo, de três a quatro vezes por semana — enquanto um animal de pelo mais curto pode passar pelo procedimento somente uma vez por semana.

COMPRE BRINQUEDOS

Apesar de os bichinhos se divertirem com qualquer detalhe da casa, comprar alguns brinquedos é importante para que ele deposite suas energias no próprio objeto, em vez de arranhar o sofá ou comer seus sapatos. Lembre-se sempre de comprar os itens de acordo com o tamanho do animal, já que brinquedos muito grandes ou muito pequenos podem causar acidentes.

Bolinhas para os cães e varetas com penas e arranhadores para gatos são os acessórios mais indicados para quem deseja dar uma distração para o melhor amigo. Para ambos, existe também um brinquedo onde são colocados petiscos em seu interior e é preciso morder para retirá-los.

É uma ótima alternativa para quando os donos vão viajar e querem que o pet tenha uma distração durante o dia.

Organizar o apartamento para receber um novo bichinho de estimação exige planejamento e paciência. Como vimos, é necessário dividir o espaço que ele precisará para suas necessidades básicas e providenciar os acessórios essenciais para que você cuide dele da maneira adequada.

Além das dicas básicas citadas acima, é sempre importante consultar um veterinário e saber mais sobre a raça e se há a necessidade de providenciar mais algum detalhe para recepcionar o novo morador da casa com segurança.

Fonte: Viva Real

10 Dicas para economizar na mudança
Glossário: termos utilizados em condomínios e o que significam