Depois de atingir um pico histórico de 41% no primeiro trimestre do ano, o percentual de escritórios de alto padrão vagos na cidade do Rio de Janeiro tende a cair nos próximos meses, como sinal de uma inflexão no segmento corporativo do mercado imobiliário carioca. Levantamento da consultoria imobiliária internacional Newmark Grubb aponta uma queda de 11,2% no valor médio do aluguel pedido pelos proprietários na comparação entre o primeiro trimestre de 2018 e igual período do ano passado.

Fonte: Valor Econômico, Rodrigo Carro

23 de Abril – Dia do Síndico no Rio de Janeiro
A revolução do blockchain e do bitcoin