Prestação de contas em condomínios

A prestação de contas do condomínio é uma parte essencial da Assembleia Ordinária, realizada anualmente. Falaremos, na matéria de hoje, sobre informações importantes para ajudar o síndico e a administradora a se prepararem para esse momento. Continue lendo o post!

Na assembleia mais importante do ano é quando o síndico e os condôminos falam e debatem sobre assuntos pontuais e, entre eles, estão a prestação do ano passado e a previsão orçamentária do ano seguinte. Listamos o que precisa estar na prestação, confira a seguir:

  • Balancetes mensais, antecipadamente analisados pelo Conselho Fiscal;
  • Extratos bancários atualizados – conta corrente, poupança, aplicações financeiras etc.;
  • Certidões negativas do INSS, FGTS e Receita Federal;
  • Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) e documentos do seguro do prédio;
  • Situação de eventuais inadimplentes, porcentagem com relação à receita mensal e medidas adotadas para a cobrança (sem citar nomes/unidades).
  • Parecer dos conselheiros sobre as contas prestadas pelo síndico, com comentários deles.

Depois de analisadas todos os balancetes mensais, lidos/escutados os comentários do Conselho sobre a prestação e do síndico fazer quaisquer deliberações sobre, a assembleia pode deliberar, aprovando ou rejeitando as contas apresentadas. Esse parecer deve ser registrado em ata.

Outra opção para esse momento é que o síndico apresente um resumo das contas e realizações do período de sua gestão, através de um relatório bem objetivo, a ser distribuído aos presentes, ou apresentando-o em PowerPoint, dependendo da estrutura do condomínio.

De qualquer forma, independente de como faça a prestação/apresentação das contas do prédio, o síndico deve ter em mãos, na reunião, todos os balancetes de sua gestão (até a data da assembleia, já conferidos e assinados anteriormente pelos conselheiros), para eventuais esclarecimentos.

Uma forma de o síndico simplificar todo esse processo é enviando, mensalmente, os balancetes para os membros do Conselho Fiscal, que, avaliando-os, já liberam o encaminhamento do documento aos outros condôminos. Assim, na assembleia ordinária, todos já estarão cientes e terão feito a análises necessárias.

Vale ressaltar que caso alguém conteste alguma coisa da prestação, deve fundamentar seu ponto de vista, comentando, detalhadamente, o porquê de discordar. Ao passo que qualquer dúvida pode ser tirada, perguntando ao síndico e/ou ao Conselho sobre algum ponto que tenha ficado confuso para a pessoa.

Esperamos que, com essas informações e sugestões que trouxemos, tenha ficado mais fácil se preparar adequadamente para o momento da prestação de contas, tão importante para as assembleias ordinárias de qualquer condomínio. Se tiver alguma dúvida, não hesite em nos perguntar!

Churrasqueira para quem mora em apartamentos
Clientes com maior consumo de energia já podem aderir à tarifa branca