Ajuda do síndico – Gerenciamento de conflitos sobre vagas de garagem

A garagem é um dos tópicos que mais geram confusões e brigas entre os moradores de um condomínio residencial. Os problemas são variados, e, para te ajudar a solucioná-los da melhor forma, resolvemos trazer o tema para a matéria de hoje. Confira!

Abaixo, relataremos algumas questões e situações relacionadas às vagas de garagem, que podem acontecer em qualquer condomínio, infelizmente. Falaremos, também, sobre qual é a melhor forma de resolver alguns problemas que podem surgir. Observe a seguir!

  • Pessoas com mobilidade reduzida

Aos idosos, cadeirantes, grávidas, pessoas com alguma dificuldade de locomoção (temporária ou permanentemente), mães ou pais com crianças pequenas etc. podem ser oferecidas vagas mais adequadas, com mais espaços dos lados e mais próximas aos elevadores, por exemplo. Isso pode ser por apenas um período ou não, dependendo da situação do condômino. Essa é uma questão de cidadania e gentileza, que pode ser promovida pelo síndico, iniciando, inclusive, uma conversa sobre o tema com os demais moradores, enaltecendo sua importância.

  • Vizinhos espaços

Infelizmente, é bem comum a reclamação sobre algum vizinho “invadindo” o espaço alheio, com carro mal estacionado que ou ocupa parte da vaga do outro, ou dificulta manobras dos outros moradores ou impede a abertura de alguma porta. Para lidar com isso, recomenda-se que a primeira reclamação seja feita de forma amigável, diretamente com o envolvido. Se isso não resolver, o problema deve ser levado ao síndico que, após conversar com o morador em questão e o problema persistindo, deve aplicar advertências e, posteriormente, multas, até que a situação seja regularizada. Caso o incômodo persista, é possível entrar contra ele na Justiça.

  • Mais de um veículo numa vaga

Muitas vezes, os moradores utilizam a mesma vaga de garagem para acomodar mais de um veículo (uma moto ou bicicleta, por exemplo). Aí, vai depender muito da situação específica, já que, caso esteja atrapalhando alguém, o morador deve tomar as providências necessárias, arrumando outro lugar para seu outro veículo. Por outro lado, se não atrapalhar ninguém e todos estiverem de acordo, ele pode receber a permissão para abrigar mais de um veículo na mesma vaga.

  • Depósito

Outra situação muito comum é utilizar as vagas de garagem do prédio para guardar móveis e/ou objetos variados. Na maioria dos condomínios, é proibido guardar qualquer coisa que não seja o veículo na vaga, já que essa prática pode gerar entulho e, inclusive, a aparição de algumas pragas, como baratas e ratos. Se o morador está infringindo essa norma do prédio, deve ser notificado, aplicando-se advertências que, caso não resolvam a situação, podem ser seguidas de multas, conforme Convenção ou Regulamento Interno do edifício.

  • Furtos e danos

Se acontecerem furtos, roubos ou danos ao carro de algum morador, o condomínio só pode ser responsabilizado se isso constar no Regimento Interno, ou caso a segurança do local seja feita por uma empresa terceirizada (que, depois, deve ser a responsabilizada pelo próprio condomínio). Quando o caso for entre dois moradores (comprovado, por exemplo, pelo sistema de segurança do condomínio), deve ser resolvido entre as partes, e não entre todos os condôminos. De qualquer forma, ter câmeras espalhadas pelas garagens (e demais áreas do prédio) auxilia, e muito, na melhor resolução dessa questão.

Esperamos que tenhamos conseguido te ajudar com essas informações que trouxemos sobre diferentes situações que podem acontecer dentro de uma garagem condominial, desrespeitando as normas e gerando conflitos entre os moradores. Qualquer dúvida, é só nos perguntar!

Atenção ao livro de registros do condomínio
Programação para férias escolares no condomínio