Itens para considerar na hora de comprar os móveis

Ao resolver comprar móveis novos, seja porque está se mudando de casa, ou porque resolveu repaginar o visual de algum cômodo, é necessário considerar alguns itens importantes, que farão toda a diferença nas suas decisões. Para que elas sejam mais assertivas, confira algumas dicas:

  • Medidas

É necessário, antes de tudo, tirar as medidas de todo o ambiente que será transformado, inclusive aproveitando os cantinhos que poderiam ficar esquecidos. Pense, também, no caminho que o móvel novo fará até chegar ao seu lugar de destino, verificando se há algum empecilho para isso.

  • Composição

Verifique quais foram os materiais utilizados para a fabricação do móvel que você está de olho. Dessa forma, evite comprar peças que contenham produtos químicos nocivos, como o metanal.

  • Conforto

Preze, sempre, pelo conforto. Por isso, ao procurar novos móveis, teste, prove… Sinta o conforto de molas (para camas e sofás), tecidos, formatos (pufes, sofás, cadeiras), texturas… Enfim. Experimente tudo!

  • Formatos

Uma ideia criativa e que leva personalidade e charme aos espaços é brincar com formatos diferentes. Por exemplo, se, na sua sala, você possui uma luminária redonda, que tal comprar uma mesa de centro quadrada?!

  • Móveis grandes

Muitas pessoas acham que móveis grandes deixam o ambiente desproporcional. Porém, quando instalados corretamente, a realidade é outra: eles tem o poder de levar uma sensação de amplitude ao cômodo.

  • Personalidade

Uma casa/apartamento que reflita a personalidade de seus moradores é muito mais interessante. Sendo assim, espalhe coisas que expressem seus gostos e memórias pela casa, como fotos e lembranças de viagem. Além disso, você também pode garimpar móveis e objetos vintage em brechós, por exemplo.

E então, o que achou das sugestões que trouxemos? Esperamos que tenha gostado das informações, se inspirado, e que as utilize quando resolver comprar móveis novos para o seu lar, investindo seu dinheiro em algo que será ótimo para os ambientes da sua casa e não fará com que você se arrependa depois.

Crie um refúgio verde em seu condomínio
Decoração de casa: 7 dicas para quem tem um animalzinho