Como valorizar as áreas comuns do condomínio?

Aumente sua qualidade de vida com melhorias nas áreas comuns do seu condomínio

A formação dos grandes centros urbanos trouxe a degradação ambiental e, junto com ela, a necessidade de repensarmos hábitos e formas com as quais lidamos com o uso do espaço. A poluição nas cidades representa uma séria ameaça à saúde pública e a população busca cada vez mais por uma melhor qualidade de vida.

Se você também deseja isso, que tal começar as mudanças pelo seu condomínio? Ações para valorizar áreas comuns em condomínios podem melhorar a qualidade de vida dos moradores e contribuir para uma cidade mais sustentável.

As áreas comuns em condomínios são propriedade de todos os moradores e representam um espaço seguro em que você e sua família podem aproveitar momentos de lazer. Porém, muitos moradores sentem falta de uma área que realmente proporcione interação social, um ambiente de aprendizado para as crianças ou simplesmente um espaço tranquilo e agradável para passar o tempo livre.

As áreas coletivas de um condomínio podem abranger a garagem, salão de festas, playground, piscina, churrasqueira, academia, área de lazer, entre outros… Essas áreas são usuais dos conomínios brasileiros. Você pode tomar a iniciativa para tornar seu condomínio diferenciado e morar em uma comunidade mais sustentável com mais qualidade de vida.

Bom, aqui vão duas dicas para dar um upgrade nos espaços comuns de condomínios: aumentar ou criar áreas verdes e montar uma horta comunitária.

É comprovado por que as áreas verdes urbanas são essenciais para a saúde da população, portanto, o plantio de árvores e a criação de jardins no local onde você mora irá contribuir para sua saúde e bem-estar. A estética e valorização do imóvel também crescem, mas para isso é necessário um planejamento. Diversos fatores influenciam em um projeto de vegetação, como profundidade do solo, incidência solar, região, além dos cuidados após o plantio.

Parte desse espaço também pode ser destinado à criação de uma horta comunitária, onde serão plantados alimentos orgânicos para os moradores. Mas não se preocupe se não houver uma área grande no condomínio, existem técnicas que permitem cultivar plantas em espaços pequenos.

A horta comunitária urbana pode servir como uma atividade semanal onde moradores se encontram para cuidar, plantar e colher os alimentos. As crianças vão adorar e aprender a ter mais contato com a natureza.

Fonte: Secovi PR

O que você precisa saber sobre Encanamentos?
Bandeira tarifária nas contas de energia de julho será amarela