Projeto de arborização transforma bairros do RJ

“O Rio Planta, Eu Cuido.” Este é o nome de um projeto criado pela Fundação Parques e Jardins (FPJ) da cidade do Rio de Janeiro, a fim de ampliar a arborização urbana. Com o objetivo de desenvolver a conscientização ambiental da população, o projeto tem, ainda, uma missão didática: ensinar aos alunos da rede municipal do Rio de Janeiro noções de preservação ambiental, botânica e ecologia.

Mas não são só os alunos que atuam neste projeto. “O Rio Planta, Eu Cuido” conta também com a participação da população, que adota as novas árvores plantadas e atua como verdadeiros agentes multiplicadores em prol do meio ambiente. A parceria com os moradores tem sido fundamental para o sucesso do programa.

Apesar de levar mais verde às ruas e contribuir para a qualidade de vida e bem-estar dos moradores, “O Rio Planta, Eu Cuido” enfrenta grandes desafios. Superar a rejeição de parte da população e sobreviver às depredações que ocorrem nas ruas são alguns exemplos dos obstáculos enfrentados. Dessa forma, a missão do projeto é reverter tais fatores, promovendo a arborização e garantindo sua conservação, através de um canal direto de comunicação com os cidadãos adotantes.

O projeto de arborização em Santa Teresa

“O Rio Planta, Eu Cuido” está transformando as ruas de diversas regiões da cidade do Rio de Janeiro, mas o bairro de Santa Teresa merece destaque, tanto pela quantidade de mudas plantadas quanto pela participação efetiva dos moradores no projeto. Até o momento, foram semeadas 96 mudas nessa área, e todas elas foram adotadas por moradores.

“Todo esse empenho deve-se ao fato de muitos moradores residirem no bairro há vários anos, e, de modo geral, quem mora em Santa Teresa gosta muito de árvores e sofre quando alguma é cortada”, diz Heloisa Ferreira, moradora da área e apaixonada por plantas. Heloisa conta ainda que a Associação de Moradores e Amigos de Santa Teresa (Amast) teve papel fundamental para que o programa desse certo por ali.

A Amast procurou a Fundação Parques e Jardins quando o projeto ainda estava no início para propor o plantio de árvores no bairro. A FPJ foi até a região e explicou aos moradores como funcionava o projeto e foi assim que os primeiros locais para plantio foram identificados. Um grupo de moradores bateu de porta em porta, verificando onde era possível plantar as mudas para convencer os moradores a adotarem as futuras árvores.

Os moradores fazem a rega e tomam os cuidados básicos para a manutenção das plantas. Cada árvore possui, no mínimo, dois adotantes, para que sempre tenha algum responsável na região. De três em três meses, uma empresa contratada realiza a manutenção das plantas e, sempre que os moradores identificam algum problema com uma árvore, a FPJ é acionada para verificar o que aconteceu.

E o projeto em Santa Teresa continua a todo vapor! “Já identificamos mais de 30 novos locais que estão aptos a receberem as árvores, e, em breve, o plantio deve ser feito”, conta Heloisa, que tem mais um bom motivo para apoiar o projeto. “Com ‘O Rio Planta, Eu Cuido’, nossa expectativa é ter um bairro mais bonito, fresco e que atraia mais pássaros”, finaliza.

Em dois anos de implantação na cidade do Rio de Janeiro, aproximadamente 60 bairros ou áreas verdes cariocas receberam o projeto, que já plantou cerca de 6 mil árvores.

Fonte: Condomínios Verdes

Como fazer uma decoração sustentável para a sua festa junina?
O que você precisa saber sobre Encanamentos?