Como os condomínios podem economizar energia usando LED

Os condomínios vivem buscando alternativas que os ajudem a diminuir os gastos com energia elétrica, e uma delas pode ser bem simples, sem reformas ou grandes mudanças. Ficou curioso?! Continue lendo nossa matéria de hoje e descubra como fazer isso, a seguir!

As lâmpadas de LED estão, cada vez mais, se popularizando no cenário condominial. Isso porque, além de serem mais econômicas, são mais eficientes. Por isso, elas duram mais o que, com certeza, já em pouco tempo, acaba compensando seu investimento – já que são mais caras do que as convencionais.

Estima-se que a economia, na conta de luz, possa chegar a 50%, ao trocar as lâmpadas pelas de LED nas áreas comuns do condomínio. Além disso, por estarem ficando mais populares, seus preços têm ficado mais atrativos no país.

A sigla LED significa Light Emitting Diode, ou seja, diodo emissor de luz. Esse tipo de lâmpada usa com mais responsabilidade a energia elétrica. Por essa razão, sua manutenção é baixa. Nos sensores de presença, enquanto as lâmpadas comuns apresentam perda na vida útil de quase 40%, o LED apresenta zero.

Para que lâmpadas funcionem da melhor forma, recomenda-se fazer um estudo da situação do condomínio. Um arquiteto ou engenheiro deve ser chamado e, assim, conhecerá os ambientes, avaliando onde e como podem ser colocadas as lâmpadas de LED.

Analisando a iluminação atual do condomínio e as necessidades específicas, o profissional fará um plano, para que o síndico saiba, exatamente, quais os melhores produtos a serem adquiridos e o que precisa ser mudado na iluminação do prédio, otimizando esse fator.

A mudança no prédio, para ser de forma gradual e os condôminos não sentirem pesar no bolso assim, de uma só vez, pode ser feita por ambientes. Num mês, são trocadas as lâmpadas da entrada, no outro, da garagem, depois, do salão de festas, e assim sucessivamente.

Caso o condomínio tenha condições financeiras para tal, pode trocar todas as lâmpadas de uma só vez. O investimento será bem alto, mas compensará em meses de uso das lâmpadas de LED. Além disso, como já falado, os custos e perda de tempo com a manutenção delas serão bem menores.

E então, agora que você já sabe todas as vantagens das lâmpadas de LED e outras informações importantes sobre elas, que tal conversar com seu síndico e seus vizinhos sobre essa melhoria para o seu condomínio?! 😉

Conta de luz de maio terá bandeira tarifária vermelha
Seguir regras evita transtornos durante obras em prédios e condomínios