Volta às aulas sustentável

Existem muitas atitudes sustentáveis que podem ser incluídas no dia-a-dia de todos nós. Algumas mais conhecidas, outras nem tanto. E, nesse período de fim de férias, carnaval e efetiva volta às aulas, você sabia que há certas práticas sustentáveis que podem ser incluídas no seu cotidiano?

Além de serem ecologicamente corretas, algumas atitudes que listaremos a seguir também farão bem para o seu bolso, afinal de contas, aquele enorme gasto com material escolar, todo começo de ano, pode ser bem puxado – e, convenhamos, desnecessário. Leia mais a seguir.

Conversar com as crianças e adolescentes sobre a sustentabilidade faz toda a diferença, afinal de contas, esse comportamento tem que começar desde cedo e quem usa e toma conta dos seus materiais são os próprios. Abaixo, separamos 7 dicas para a criançada ter um ano letivo sustentável:

 

  • Não rabiscar os livros com canetas: ao optar por fazer anotações nos livros, você tem duas opções: lápis ou os conhecidos post-its (sem exageros e desperdícios), nunca a caneta.

 

  • Mochila/estojo/lancheira: se essas peças estiverem em bom estado, não faz o menor sentido comprar novas. Você precisa ter uma conversa franca com seus filhos sobre isso, para que entendam a falta de necessidade e o desperdício gerado com isso.

 

  • Reutilizando: Além de reutilizar materiais do ano anterior (lapiseiras, borrachas, apontador, tesoura, mochila, régua…), que tal conversar com colegas e vizinhos antes de comprar todos os livros escolares? De repente, eles têm alguns que você precisa e podem emprestá-lo.

 

  • Material reciclado: atualmente, há muitas opções no mercado de cadernos, folhas etc. feitos de material reciclado. Ao optar por produtos novos, preste atenção nesse detalhe superimportante.

 

  • Alimentos saudáveis: a alimentação saudável é uma questão que anda muito em voga, e pode ser incentivada, desde cedo, através dos lanches escolares. Incentive seus filhos a comer frutas e sanduíches levados de casa, além de sucos naturais.

 

  • Garrafinha d’água: ao invés de utilizar copos descartáveis toda vez que for beber água na escola, o melhor é levar, de casa, uma garrafa ou caneca própria. É claro que esses materiais devem ser lavados diariamente.

 

  • Cadernos e agendas antigas: aproveitar folhas que sobraram de cadernos e agendas antigas para transformá-las num bloco de rascunho é interessante, e ele pode ser usado tanto para estudar, como para qualquer outro fim.

Com essas dicas, que não são nada complicadas, fica bem mais fácil incentivar seus filhos, desde cedo, sobre ter atitudes sustentáveis, né?! Além disso, que é ótimo para o futuro do planeta, também é possível economizar muito dinheiro. E aí, gostaram das dicas?

Bandeiras tarifárias terão novos valores neste ano
Dia da Água – Dicas de como economizar água