Área fitness nos condomínios

Um espaço que vem se tornando tendência dentro dos condomínios residenciais é a áreas fitness. Por isso, resolvemos trazer esse tema para o post de hoje, com informações sobre essa opção, muito mais prática e segura, para os condôminos. Saiba mais abaixo.

Ter, dentro do prédio, um espaço para a realização de atividades físicas, gera diversas vantagens para o morador. Entre elas, as principais são:

  • Comodidade por não ter que se deslocar até uma academia, já que o trânsito, cada vez mais, é motivo de stress para as pessoas; evitá-lo, então, é uma ótima pedida.
  • Segurança, pois, ao sairmos de casa, estamos constantemente preocupados com os perigos da rua.
  • Economia financeira – além de não ter o gasto da própria academia, economiza-se, também, com a gasolina – e de tempo, já que o trajeto se torna bem menor, né?!
  • Maior interação com os vizinhos, o que ajuda a proporcionar um melhor convívio entre os moradores e aumentar seu círculo de amizades.

Além das tantas vantagens para os condôminos, essa área representa, para o condomínio, em si, uma grande valorização, sendo um diferencial muito importante (assim como salão gourmet, piscinas, entre outros espaços) em se tratando de vendas e aluguéis.

Por isso, com certeza, o investimento – caso o prédio não tenha sido construído com esse espaço e os condôminos e/ou síndico estejam pensando em fazê-lo – vale muito a pena, tendo o retorno garantido (tanto financeiro, como também pela satisfação dos moradores).

Se o seu condomínio estiver considerando providenciar um espaço assim, alguns dos aparelhos mais usados são esteira, bicicleta e os multiuso de musculação, que servem para mais de um exercício. Também devem ser disponibilizados colchões, caneleiras e halteres.

Alguns acréscimos, mas que fazem toda a diferença, são a instalação de grandes espelhos, fixos nas paredes, bem como de um sistema de som, que influencia muito na “animação” para a realização das atividades. Além disso, um piso resistente (preferencialmente, emborrachado) e boa iluminação também contam pontos.

Para o funcionamento adequado do local, é necessária a presença de um professor de educação física, acompanhando os moradores todo o tempo. O custo desse(s) profissional(ais) pode ser dividido entre os condôminos que fazem uso do espaço. Vale atentar, aqui, para a contratação de um profissional qualificado e de confiança.

Então, na busca das pessoas por uma melhor qualidade de vida (além da preocupação com a estética), e dos condomínios com a valorização, a área fitness é uma ótima solução. Agora que você já tem todas essas informações, que tal sugerir a criação desse espaço no seu prédio?

Rio de Janeiro é a cidade mais procurada para o Carnaval 2017
Começou a valer o novo limite para compra de imóveis com o FGTS