Segurança na volta às aulas

Fevereiro é mês, além de carnaval, de volta às aulas. Por isso, o movimento nas ruas, tanto no tráfego de pessoas, como de veículos, aumenta bastante. Pensando nisso, resolvemos fazer o post de hoje com dicas de segurança para esse período. Confira mais abaixo!

Separamos as orientações em quatro grupos: para quem utiliza o carro para levar as crianças até a escola, para quem vai a pé, de transporte público e, ainda, para as crianças e adolescentes que voltam sozinhos para casa. Veja todas as informações a seguir…

A PÉ

  • Ande sempre pela calçada, preferencialmente na parte interna dela (do lado das construções, e não perto da rua);
  • Quando tiver que atravessar a rua, procure uma faixa de pedestres e observe atentamente os dois lados antes de ir, instruindo as crianças e adolescentes a fazerem da mesma forma.

CARRO

  • Respeitar as regras de transito é prioridade, então, não pare em fila dupla ou em cima da faixa de pedestres;
  • Dirija em baixa velocidade nas proximidades da escola, prestando atenção no movimento de crianças e adolescentes;
  • Crianças de até dez anos devem sentar no banco de trás. O cinto de segurança é obrigação de todos, independente da idade, inclusive para os pais;
  • Fale para as crianças sempre saltarem do carro pelo lado da calçada, olhando bem antes de abrir a porta;
  • Tente chegar à escola de dez a vinte minutos antes do horário de entrada, enquanto, na saída, de quinze a trinta minutos depois do horário final, evitando os horários de pico.

TRANSPORTE PÚBLICO

  • Espere ou instrua a criança a esperar (caso vá sozinha) o veículo parar totalmente antes de subir e de descer dele;
  • Bolsas e mochilas devem sempre ficar na parte da frente do corpo;
  • Não atravesse a rua na frente ou atrás do ônibus, tendo visão parcial. Espere ele sair totalmente, para ter a visão total da via e ser visto pelos outros veículos.

VOLTANDO SOZINHO

  • Sempre que possível, andar em grupos grandes, tanto de colegas da escola, como de vizinhos da redondeza;
  • Nunca aceitar nada de estranhos, como presentes, bebidas, carona etc.;
  • Não usar equipamentos eletrônicos na rua;
  • A criança/adolescente deve saber o telefone dos pais e o endereço de sua casa, para qualquer eventualidade.

Bom, dicas não faltam para melhorar a segurança nesse momento de volta às aulas, né?! Essas informações devem, na realidade, serem postas em prática durante todo o ano letivo, mas, nesse período de readaptação, é sempre bom refrescar a memória de todos.

Novas regras para boletos: Pagamento em qualquer banco em caso de atraso é adiado
Verde ganha mais valorização dentro e fora das construções