Consumo de eletricidade cai 2,8% em outubro no Brasil, informa ministério

O consumo de energia elétrica no Brasil caiu 2,8% em outubro, menor variação mensal desde março, informou hoje (5), no Rio de Janeiro, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia. De acordo com a empresa, o resultado reflete o efeito das temperaturas mais amenas e a conjuntura econômica adversa.

A pior queda de consumo de eletricidade do ano foi apresentada pelo setor de comércio e serviços (-6,9%). Também os setores residencial e industrial mostraram redução do consumo de 2,5% e 1,7%, respectivamente, em comparação a igual mês do ano anterior. No setor residencial, a queda ocorre após sete meses consecutivos de aumento do consumo, destacando a Região Centro-Oeste, com baixa de 8%. O consumo da classe comercial acompanha o desaquecimento econômico.

O segmento industrial que mostrou maior queda no consumo de eletricidade em outubro foi o de extração de minerais metálicos (-18,4%). Em contrapartida, a metalurgia permaneceu como principal segmento de consumo industrial de eletricidade no país, com expansão de 8,4%. De acordo com a EPE, essa alta se deveu, em especial, às ferroligas, à siderurgia e à metalurgia dos metais não-ferrosos de Minas Gerais, cujo consumo de eletricidade evoluiu 32,8%.

Nos últimos 12 meses, o consumo de energia caiu 1,6%, puxado principalmente pela indústria, que mostrou retração de 4,5%, informou a EPE.

Fonte: Agência Brasil

Portarias seguras garantem boas festas de fim de ano
Parque das Figueiras é aberto, e Lagoa ganha nova área de lazer