Veja 5 dicas para fazer a iluminação correta dos ambientes

Um bom projeto de iluminação pode mudar um ambiente por completo, criar diversos cenários e valorizar o aconchego e a praticidade. E não é só isso: além do seu papel principal, a luz também exerce função decorativa, destacando o desenho das peças, dos elementos arquitetônicos e fazendo dos lustres e abajures componentes estéticos importantes. Por isso, o décor e a iluminação precisam andar sempre de mãos dadas para que o resultado final fique bem equilibrado. Precisa de uma ajudinha para levar luminosidade para os cômodos da sua casa? Então, anote aí algumas dicas:

Temperatura de cor

Não adianta nada caprichar na roupa de cama acolhedora, nas almofadas e nas mantas quentinhas se a luz do seu quarto for fria e dura. Para ambientes como a sala de estar, televisão e dormitórios, onde o descanso e o lazer são prioridade, o ideal é apostar nas lâmpadas de luminosidade amarelada e quente. Já os lugares que demandam concentração e trabalho, como a cozinha, lavanderia, banheiros e até mesmo escritórios, são beneficiados pela luz fria.

Evite o ofuscamento

O ofuscamento acontece quando a luz bate em alguma superfície e reflete diretamente nos nossos olhos, incomodando e interferindo na visão. Para evitar esse fenômeno indesejado dentro de casa é preciso tomar cuidado com os pontos de luz intensa perto de materiais reflexivos, como os espelhos, utilizados no acabamento ou detalhes decorativos.

Visual harmônico

Para atingir um visual equilibrado e convidativo, basta utilizar uma combinação de tipos diferentes de iluminação. A luz geral, geralmente centralizada, deve ser a mais forte e iluminar o cômodo todo de forma uniforme – para ajudar a refletir a luminosidade, mantenha o teto e as paredes claras.

Inclua pontos de luz indireta com a ajuda de alguns abajures dispostos sobre as mesas laterais, aparadores, buffets e criados-mudos. Para finalizar, acrescente iluminação dirigida com luminárias articuladas, de mesa ou de piso, ou arandelas de parede.

Detalhes bem iluminados

Deseja dar destaque a sua coleção exposta na estante da sala? Então, aposte em uma iluminação de destaque dentro dos nichos e nas próprias prateleiras. Uma solução que vem ganhando muitos adeptos é a instalação de fitas de Led na parte interna do móvel, que ilumina de forma homogênea os nichos e prateleiras. Outra opção, que requer um pouco mais de manutenção, é embutir spots com lâmpadas dicroicas na estante ou armário, que fornecem uma iluminação mais pontual. Quer algo mais prático? As arandelas articuladas e os abajures com clip também são ótimas escolhas.

Luminárias do tamanho certo

Levar em conta a dimensão do cômodo antes de adquirir o lustre é imprescindível para evitar dores de cabeça. Sempre escolha uma luminária que seja proporcional ao espaço onde ela será instalada: se a sua sala é pequena e tem o teto rebaixado, melhor optar por um lustre pendente mais discreto ou um modelo embutido e simples. O living é integrado, amplo e com pé-direito duplo? Os modelos maiores e chamativos vão funcionar muito bem.

Fonte: Revista ZAP

Caixa de ferramentas completa: saiba o que não pode faltar em casa
Você sabe o que é a Certificação LEED?